Venha nos visitar na Feira de Artesanato do Portal do Morumbi de 22/11 a 25/11!

Rua Mal. Hastimphilo de Moura, 338 | 14 às 22h

Produção das Biojoias

Conhece carrapicho do mato? É aquela plantinha rasteira que adere facilmente à roupa.

E minurinha e quina? São folhas diferenciadas de plantas originárias do cerrado brasileiro.

Arruda, salsa e louro? Ah, essas já são conhecidas.

Tem também o mosquitinho, aquela florzinha branca que decora vasos e buquês.

E a folha do jasmim? Linda e cheirosa.

Todos esses elementos da natureza e muitos outros integram a nossa coleção de biojoias.

É isso mesmo. Toda a matéria-prima de nossa coleção é natural, colhida de forma sustentável para se transformar em acessórios femininos lindos e exclusivos, já que uma folha ou semente, ou mesmo uma flor, nunca é igual à outra, pois a natureza não se repete.

Para formar o par de brincos, por exemplo, é preciso separar com muita atenção as peças mais parecidas.

Mas como elementos tão delicados conseguem resistir ao banho de ouro?

Porque mãos não menos delicadas trabalham com atenção, cuidado, paciência e muita sensibilidade. Sim, a produção é toda artesanal e emprega práticas sustentáveis em toda a cadeia, desde a extração da matéria-prima, separação, desidratação até o processo de metalização que dá à matéria orgânica durabilidade e resistência necessárias para receber o banho de ouro 18K.

Depois disso, transformam-se em brincos, colares, pulseiras, anéis, pingentes belíssimos, com fino acabamento.

Aproveite para adquirir uma peça única e que vai chamar atenção por onde você passar.

Não utilizamos Cádmio e Níquel na composição das Biojoias.

Com o objetivo de diminuir custos na produção de bijuterias e semijoias, muitas empresas utilizam estes elementos químicos na produção de suas peças. O Cádmio é uma variação do Zinco e possui propriedades insolúveis e contamináveis. A absorção cutânea do Cádmio é muito prejudicial ao organismo humano, podendo ocasionar disfunção renal, dores reumáticas e musculares, problemas pulmonares, osteoporose e câncer, pois é capaz de provocar mutações genéticas, alterando a função das células.

Já o Níquel, embora presente em vários objetos, na alimentação e no ar, é o principal metal causador da alergia de contato (dermatite alérgica). A exposição constante a esses reagentes podem ser brandas ou mais graves, apresentando desde uma pequena vermelhidão, até uma descamação da epiderme.

Não utilizamos nenhum desses dois componentes porque, para nós, saúde é um valor primordial. Queremos garantir aos nossos clientes que o uso das biojoias não causará qualquer dano ou reação alérgica. Aliar beleza à saúde é um de nossos compromissos!

Biojoias do Cerrado, exclusivas e personalizadas!